September 21, 2017

Ethereum (ETH)

[ETHEREUM]

Uma plataforma para construção de aplicações descentralizadas

Ethereum

O QUE É ETHEREUM?


Ethereum se basea nos conceitos de blockchain e critpomoedas, portanto se ainda não souber do que se trata esses conceitos, é altamente recomendado ler sobre o que é blockchain e o que é bitcoin primeiramente, para não se ater a termos comuns utilizados.

Ethereum é uma plataforma para computação compartilhada mundial e de código aberto, é um software de computador que é executado em uma rede de computadores distribuída globalmente. Essa rede assegura que os dados e pequenos programas de computador chamados smartcontrats (contratos inteligentes) sejam replicados e processados em todos os computadores dessa rede distribuída, sem um servidor central. A principal visão do projeto é criar um computador mundial descentralizado auto sustentável, resistente a censura - de fatores externos como uma organização central ou um pequeno grupo de líderes e progressivo. O site oficial é https://www.ethereum.org/

Em comparação ao Bitcoin, que surgiu a princípio, como uma forma de sistema de pagamentos descentralizado, Ethereum fornece um forma de código aberto para desenvolvedores que procuram construir aplicações descentralizadas (dapps). Com esse propósito, o projeto atraiu e continua atraindo muitos desenvolvedores que desejam uma introdução simplificada nos domínios da construção de projetos utilizando blockchain.

SMARTCONTRACTS


O que o Bitcoin faz para armazenamento de dados distribuídos, o Ethereum faz para armazenamento de dados distribuídos e cálculos computacionais. Os pequenos programas de computador são chamados de smartcontracts (contratos inteligentes), e esses contratos são executados pelos participantes em suas máquinas usando uma espécie de sistema operacional chamado de “Máquina Virtual Ethereum” ou EVM (Ethereum Virtual Machine).

Por definição, um contrato inteligente é literalmente o que o termo indica: Um programa de computador escrito para um propósito específico, que é autoexecutável quando ocorre o disparo de eventos específicos. Esses simples programas de computador podem executar contratos complexos. Ações específicas podem ser verificadas por terceiros e então executar outros eventos. Tudo isso ficará registrado no Blockchain do Ethereum e a partir de então, nunca mais podem ser alterados.

Contratos Inteligentes

Contratos inteligentes podem ajudar as pessoas a trocar dinheiro, propriedades, ações, de uma maneira transparente e livre de conflitos e atrasos causados pela necessidade de intermediação de um terceiro.

É possível utilizar contratos inteligentes para todos os tipos de situações que vão desde derivativos financeiros a prêmios de seguro, contratos de violação, lei de propriedade, cumprimento de crédito, serviços financeiros, processos legais, e muitas outros eventos.

Exemplo 1: Geralmente, para ter a escritura de uma casa ou tirar carteira de motorista, é necessário procurar um cartório ou uma entidade responsável pela emissão dos documentos, realizar os procedimentos necessários, pagar as taxas, aguardar dias com a possibilidade de ocorrência de erros e atrasos e então receber o documento. Com contratos inteligentes, você simplesmente cumpre os requisitos necessários, paga pelas taxas solicitadas e a escritura, carteira de motorista ou o que quer que seja, é liberado ao solicitante.

Exemplo 2: Suponha que você alugue um apartamento. O aluguel pode ser feito através do blockchain, com pagamento em criptomoeda. Você efetua o pagamento e recebe um recibo que é mantido em um contrato virtual; O proprietário te envia a chave de entrada e assina essa ação no contrato inteligente, afirmando que a chave chegará até você em uma data específica. Se a chave não chegar a tempo, o blockchain libera seu reembolso.

O sistema funciona na premissa If-Then (Se tal ocorre, então realize isso) e é testemunhado por centenas de pessoas, então você pode esperar uma entrega impecável. Se o proprietário te der a chave, terá a certeza que será pago. Se você enviar uma certa quantia em bitcoins (ou qualquer criptomoeda aceita como pagamento), receberá a chave. O documento é automaticamente cancelado após o tempo programado no contrato inteligente, e o código não pode ser interferido por nenhum de nós sem que o outro saiba, pois todos os participantes são alertados simultaneamente.

Contratos inteligentes não apenas definem as regras e penalidades em torno de um contrato da mesma maneira que um contrato físico tradicional, mas também automaticamente impõem essas obrigações. Isso é extremamente interessante se formos pensar a nível social. Quantas obrigações várias entidades deixam de cumprir ou são simplesmente ignoradas, acarretando danos de vários tipos a essas pessoas? Quantas pessoas cometem crimes, mas por influência social e capital, ficam impunes à nível jurídico?

O potencial para contratos inteligentes alterar aspectos da sociedade é de uma grandeza significativa. Isso é algo que forneceria uma base técnica para todos os tipos de mudanças sociais. Ao invés do governos e entidades, os sistemas auditariam a realidade dos fatos e agiriam de acordo com a ordem pre-programada.

Dessa maneira, evidencia-se que contratos inteligentes eliminam intermediários como cartórios burocráticos, entidades reguladoras, corretoras de imóveis, corporações de seguro e tudo o mais que possa parecer indispensável nos dias atuais, mas que na verdade não o são. Os contratos inteligentes devolvem a negociação para somente as partes interessadas, que nem mesmo precisam se conhecer ou mesmo se confiarem para que o contrato entre as partes seja efetivado e cumprido. É a arquitetura peer-to-peer, utilizando computação distribuída + matemática + criptografia, entregando avanços sociais e econômicos.

O QUE ESTÁ SENDO FEITO NO ETHEREUM?

Todos os blockchains tem a capacidade de processar código, entretanto a maioria é estritamente limitado. A plataforma Ethereum é diferente uma vez que em vez de fornecer e executar um conjunto de operações limitadas, o Ethereum permite que os desenvolvedores criem suas próprias operações. Isso significa que os desenvolvedores podem criar milhares de aplicativos diferentes que vão muito além do que já vimos antes. Abaixo são listados alguns exemplos de aplicações descentralizadas desenvolvidas na plataforma Ethereum.

Golem: Um supercomputador global descentralizado. Permite aos usuários alugar e fornecer poder computacional através da rede distribuída.

KyberNetwork: Uma DEX (descentralized exchange). Uma exchange de criptomoedas descentralizada. As DEX muito possivelmente serão o futuro das corretoras de criptomoedas, tomando o lugar das corretoras centralizadas.

Augur: Plataforma de previsão que permite a qualquer um prever eventos e ser recompensado, caso acerte a previsão. As previsões sobre futuros eventos no mundo real, como quem vencerá a próxima eleição nos EUA, são realizadas com a negociação de ações virtuais. Se uma pessoa comprar ações em uma previsão vencedora, ela receberá recompensas monetárias.

Distric0x: Uma rede de mercado e comunidades descentralizadas.

WeiFund: Uma plataforma aberta para campanhas de crowdfunding que faz uso de contratos inteligentes. Permite que as contribuições sejam transformadas em ativos digitais garantidos por contrato que podem ser usados, comercializados ou vendidos dentro do ecossistema Ethereum.